• Dra. Claudia Neurologista

Eletroencefalograma no diagnóstico de distúrbios cerebrais.


EEG é uma forma abreviada de eletroencefalograma e é usado para detectar sua atividade cerebral e se há alguma anormalidade presente no padrão de atividade.


O teste é muito simples e inofensivo.

Fique tranquilo!


Por ser um teste não invasivo, não causa dor nem deixa cicatrizes no paciente.


Mas porque faço esse post? Para que você entenda mais sobre esse exame.


O EEG é um dos principais testes de diagnóstico da epilepsia por exemplo.


Um EEG também pode desempenhar um papel no diagnóstico de outros distúrbios cerebrais. Quais?


Pessoas com lesões cerebrais, que podem resultar de tumores ou derrames, a doença de Alzheimer, certas psicoses e um distúrbio do sono chamado narcolepsia.


Mas não só isso.


O EEG também pode ser usado para determinar a atividade elétrica geral do cérebro (por exemplo, para avaliar trauma, intoxicação por drogas ou extensão do dano cerebral em pacientes em coma).


O EEG também pode ser usado para monitorar o fluxo sanguíneo no cérebro durante procedimentos cirúrgicos.


É muito importante discutir os resultados do seu teste com o seu médico. Antes de revisar os resultados, pode ser útil anotar quaisquer perguntas que você queira fazer.


Professora Mestra em Neurologia, efetiva da faculdade de Medicina da Universidade Estadual de Goiás, coordenadora da Liga de Neurologia e da Liga de Saúde Mental da UEG


Dra. Claudia Soares Alves

Médica Neurologista

CRM GO 12452  |  CRM MG 41000

RQE 7919 e 6115


#EEG #neurologistaitumbiara #medicoitumbiara #saudeitumbiara #saudemental #eletroencefalograma


AGENDE UMA CONSULTA



2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo